Rádio Tupinambá: Cultura indígena nas ondas do ar

banner_site

Projeto cultural vai montar uma rádio livre e realizar oficinas com produção e transmissão de conteúdos na aldeia Tupinambá de Olivença-BA

 

Entre os dias 19 e 25 de janeiro acontecem as oficinas de formação do projeto “Rádio Tupinambá” na Aldeia Tupinambá de Olivença, região Sul da Bahia. Com apoio da Assessoria de Culturas Digitais da Secretaria de Cultura da Bahia, o projeto vai realizar produção de conteúdos radiofônicos informativos, educativos, culturais e de entretenimento que serão transmitidos pelas ondas do rádio no território indígena.

A programação começa com a exibição do filme “Uma onda no ar” e segue com a montagem dos equipamentos da rádio. Durante toda semana serão realizadas oficinas de formação de radio comunicadores indígenas, responsáveis pela operação da rádio e pela produção, gravação e edição de programas.  A expectativa na aldeia Tupinambá de Olivença é que, com a instalação da rádio, o fluxo de comunicação entre os parentes ganhe uma nova dinâmica, facilitada pela tecnologia, mas com a voz e o jeito dos Tupinambás, respeitando e valorizando a cultura, os saberes e as tradições indígenas.

Jaborandy Tupinambá, que atua como articular indígena no projeto, considera a iniciativa cultural de instalar uma rádio na aldeia uma ferramenta importante para a circulação das informações de maneira rápida entre os parentes. A rádio tem, também, um papel fundamental neste momento de luta pelo território, ressalta Jaborandy. “A rádio vai aproximar e informar os parentes, os ouvintes da rádio, sobre nossa historia, lutas diárias enfrentadas pelas lideranças, processo de demarcação, vai impulsionar a democratização a informação em nossa região, onde não temos espaço algum nas rádios, emissoras de TV”.

A criação da rádio converge com a ampliação da rede de rádios livres instaladas em aldeias indígenas, comunidades quilombolas e assentamentos rurais da Bahia. De acordo com Sergio Melo, produtor e coordenador do projeto, já foram instaladas rádios nas Aldeias Kiriri e Pataxó Hahahãe, na Associação de Afro Desenvolvimento Comunitário Casa do Boneco e no Assentamento Terra Vista. “A instalação dessa nova rádio vem somar com a luta das rádios livres pela democratização da comunicação na Bahia e no Brasil”, afirma o coordenador.

A Radio Tupinambá pretende contribuir, através de uma ação prática e direta, com a democratização da comunicação na Bahia e no Brasil, afirmando os indígenas como novos atores nesse cenário de conquista e efetivação de direitos, em especial com o Direito à Comunicação.

“Aproximar as comunidades que estarão no caminho de nossa frequência, com as músicas, assuntos discutidos, informações compartilhadas diretamente, é importante porque fortalece e dignifica a luta do Povo Tupinambá de Olivença”, complementa Jaborandy.